[ editar artigo]

O que rolou no Facebook Community Summit 2020

O que rolou no Facebook Community Summit 2020

Na última quinta, dia 1/10, aconteceu o Facebook Community Summit. Evento exclusivo para líderes de comunidade convidados que, esse ano, aconteceu online.

O evento foi aberto por Mark Zuckerberg and Fidji Simo (Vice-presidente de produto do Facebook).

Em 2017, em Chicago, no primeiro Facebook Community Summit, Mark Zuckerberg mudou a missão do Facebook e desde então as comunidade estão no centro da experiência do usuário.

Mark começou o FCS 2020 dizendo que nesse momento que não podemos estar juntos fisicamente, a missão do Facebook é mais importante do que nunca.

As comunidades são importantes espaços de apoio, informações e entretenimento e que em uma escala coletiva, esse impacto positivo é enorme. E eu concordo com ele, é o poder das comunidades e o real potencial de mudar o mundo.

Fidji trouxe alguns números. Existem na plataforma, mais de 70 milhões de administradores e moderadores de grupos ativos. 1,8 bilhões de pessoas usam grupos todos os meses e mais da metade dos usuários é membro de 5 ou mais grupos. Nos últimos 6 meses 86% das pessoas que pediram ajuda em uma comunidade receberam.

Fidji ressaltou que há muito ainda a ser feito, mas o Facebook tem sido incansável para assegurar que todos tenham uma experiência segura na plataforma. Exemplo disso é que no último ano o Facebook derrubou aproximadamente 1 milhão de grupos que violaram os seus padrões de comunidade.

Além disso, como é de praxe, o Facebook anunciou algumas novidades:

  • Assistente do administrador. Com esse recurso os administradores podem executar tarefas de moderação com base em requisitos pré definidos por ele, com relação a membros e conteúdo. Agora o Facebook também oferece números de engajamento cada post, essa atualização foi muito comemorada por mim!
  • Os tópicos dos grupos poderão ser definidos por hashtags facilitando assim a organização do conteúdo dentro da comunidade.
  • Para os grupos público as novidades foram muitas: os conteúdos de grupos públicos terão uma maior distribuição; os usuários terão acesso a discussões relacionadas em outros grupos públicos; os administradores não precisarão aprovar solicitações de novos membros, os administradores poderão selecionar o modelo de participação dos membros; as regras do grupo serão mostradas em mais lugares para garantir que os membros tenham acesso a elas. Além disso, a novidade mais empolgante (e que deixou os administradores de grupos privados como eu morrendo de inveja) é o gerenciador de colaboração com marcas, com esse recurso os grupos poderão monetizar suas comunidade com parcerias, comunicando-se com marcas que desejam se promover dentro das comunidades.
  • Novas ferramentas de engajamento para grupos, como bate papo em tempo real a partir de uma conversa em um post; recurso de perguntas e respostas; prompts para fotos (a foto postada no comentário fica visível no post com o recurso arrastar para o lado para ver todas as fotos).
  • E por último, uma novidade que amei tanto que já fiz minha prova e já estou com meu certificado em mãos. O Facebook lançou o Programa de Certificação para Gerentes de Comunidades. O programa oferece cursos, material de apoio e simulado como preparação para o exame. O exame tem 60 questões fechadas, duração de 2 horas e somos monitorados via webcam durante todo o tempo.

 

Tribos
Mariana Bicalho
Mariana Bicalho Seguir

Community builder, idealizadora Grupo Mommys, considerada pelo Facebook como uma das 100 comunidades de maior impacto no mundo. Acredita que compartilhar experiências é a melhor forma de aprender e que a força das comunidades pode mudar o mundo.

Ler conteúdo completo
Indicados para você